domingo, dezembro 04, 2005

O mundo por umas mãos.


Ele saiu à rua para procurar umas mãos. Passava pouco da hora do jantar e ele só queria encontrar as mãos que tinha perdido para poder pintar o seu quadro. Afinal, ele era pintor e dava o mundo por umas mãos.

1 comentário:

Carapuço disse...

como é bom estar ali... será que me perdi para sempre?